Nesse dia 8 de março comemoramos mais um Dia Internacional da Mulher, e lógico, não poderia passar em branco. Sabemos que as mulheres têm conquistado cada vez mais seu lugar no mercado, mas muitas ainda enfrentam desafios por serem consideradas do “sexo frágil”. Ainda que esse conceito já esteja fora de moda, sabemos que na prática os obstáculos podem ser muitos. Por isso queremos incentivar você, mulher, e mostrar histórias de sucesso que podem inspirar sua vida.

Então separamos algumas mulheres que chegaram lá e suas histórias. Confere:

Leila Velez e Zica Assis

Zica Assis e Leila Velez
Zica Assis e Leila Velez. Foto: Beleza Natural

Leila Velez e Zica Assis fundaram o Beleza Natural, primeiro instituto especializado em cabelos crespos e ondulados do Brasil. 

Leila Velez começou sua carreira trabalhando no Mc Donald’s com 14 anos e seu destaque foi tão grande que, já aos 16, era uma das mais jovens gerentes da rede.

Zica Assis começou a trabalhar ainda mais cedo, aos 9 anos de idade como empregada doméstica e babá. Ela sempre lutou para encontrar um produto para tratar seus cabelos cacheados. Até então, não existiam muitas opções. Por isso foi fazer um curso de cabeleireira para entender mais do assunto e desenvolver sua própria fórmula. Mas se engana quem acha que a fórmula veio de forma rápida, foram 10 anos de testes até chegar no Super-Relaxante.

Assim, ela convidou Leila para se juntar ao negócio e se tornar sua sósia. Hoje elas têm que 25 institutos de beleza espalhados pelo Brasil.

Sônia Hess

Sônia Hess
Sônia Hess. Foto: http://conselhodemulher.com/

Sônia Hess transformou a pequena confecção dos pais no interior de Santa Catarina na maior camisaria da América do Sul, a Dudalina.

Tudo começou quando seu pai comprou tecido a mais para vender no seu comércio. Foi então que a mãe de Sônia resolveu fazer camisas com o tecido que sobrou e começaram a vender na pequena loja. Sônia começou a trabalhar na empresa em 1984 e abraçou todas as áreas, repaginando a marca e logo se tornando presidente da empresa. Em 2015, Sônia vendeu a Dudalina para um dos maiores grupos de confecção e comércio do Brasil, a Restoque.

Camila Farani

Camila Farani
Camila Farani. Foto: https://camilafarani.com.br/

Camila Farani é um dos “tubarões” do Shark Tank Brasil, um game show de empreendedores. A única mulher bicampeã premiada como Melhor Investidora-Anjo no Startup Awards 2016 e 2018, ela é sócia-fundadora da G2 Capital, uma butique de investimentos em empresas de tecnologia, as startups. Em 2014, co-fundou o grupo Mulheres Investidoras Anjo de incentivo a mulheres empreendedoras. De 2016 a 2018, presidiu o Gávea Angels, um dos primeiros grupos de investimento anjo do Brasil. Empreendedora desde 2001, também tem participação como sócia e criadora do Grupo Boxx (alimentação) e Innovaty (educação). É advogada, com pós-graduação em Marketing e especializações em Empreendedorismo e Inovação por Stanford e pela Massachusetts Institute of Technology (MIT).

(fonte: https://camilafarani.com.br/bio)

Maria José de Lima Freitas

Maria José de Lima Freitas, a Mazé
Maria José de Lima Freitas. Foto: Gildo Borges/ Divulgação Folha

Maria José, mais conhecida como Mazé, perdeu o emprego de faxineira e depois de um ano desempregada, resolveu fazer doces para vender na pequena cidade de Carmópolis, em Minas Gerais. Assim, em 2006 construiu sua primeira fábrica e manteve todo o processo artesanal. Hoje, a Mazé Doces está presente em mais de 70 pontos de venda em todo o Brasil e fatura 1 milhão por ano. E ela ainda tem planos de crescer!

Camila Magalhães

Camila Magalhães e Patricia Palomo, sócias da Sonata
Camila Magalhães (à esquerda) e Patricia Palomo, sócias da Sonata. Foto: Silvia Zamboni/Valor

Em 2011, Camila Magalhães fundou a única gestora de patrimônio formada só por mulheres, a Sonata. Junto com ela estão mais 4 sócias e um quadro de 10 mil funcionárias. A ideia surgiu quando estava ainda na faculdade e percebeu a diferença entre homens e mulheres na hora de investir. No início, suas clientes eram majoritariamente mulheres, mas hoje está bem divido, mas o time de colaboradores continua sendo 100% feminino.

Histórias do Dia Internacional da Mulher

Conhece mais histórias para inspirar nesse Dia Internacional da Mulher? Então conta pra gente aqui nos comentários.

GOSTOU DO CONTEÚDO? COMPARTILHA COM A GALERA!