Diante da crise mundial da saúde pública provocada pelo coronavírus, o Ministério da Saúde fez uma convocação aos estudantes e profissionais de saúde.Isso gerou uma grande onda de dúvidas sobre como os estudantes de cursos nas áreas de saúde poderão ajudar no combate ao Covid-19.

Essa é uma das questões estabelecidas pelo projeto “O Brasil conta comigo”, que foi publicado no edital do Diário Oficial da União de 01/04/2020.

Se você tem dúvidas sobre isso e quer informações esclarecedoras, continue lendo esse texto.

Conheça a medida que estabelece que estudantes poderão ajudar no combate ao Covid-19

O documento pertencente ao projeto “O Brasil conta comigo” foi publicado no edital do Diário Oficial da União de 01/04/2020.

Como parte de uma medida emergencial, o documento trata sobre como os estudantes dos cursos de medicina, enfermagem, fisioterapia e farmácia devem agir para colaborar com o combate ao Covid-19 que vem sendo realizado pelo SUS.

Basicamente a medida estabelece que podem atuar diretamente todos os alunos do curso de medicina que estejam cursando o 5º ou 6º ano do curso.

Além deles os estudantes pertencentes ao último ano dos cursos de enfermagem fisioterapia e ciências farmacêuticas também podem integrar o grupo.

Esses estudantes devem priorizar as ações de atuação na Atenção Primária à Saúde do SUS, no caso do plano de saúde empresarial fica a critério do plano as contratações.

Segundo informações contidas no edital os estudantes que forem convocados receberão auxílio financeiro relativo ao estágio supervisionado.

O valor a ser recebido será de um salário mínimo R$ 1.045,00 para o regime de 40h semanais, e R$ 522,50 por 20h.

Além disso ainda haverá um bônus de 10% na pontuação da prova de ingresso para a residência médica, além de certificado de participação no programa.

O Banco do Brasil contribuirá com os pagamentos oferecendo um programa digital exclusivo para o pagamento dos auxílios em questão.

Ainda de acordo com as informações do edital os estudantes serão enviados para as unidades de Atenção Primária à Saúde, unidades de Pronto Atendimento e hospitais, além de locais específicos para atendimento de comunidades isoladas.

Os alunos atuarão nas áreas específicas de clínica médica, pediatria e saúde coletiva, de acordo com as especificações e capacitações de cada um dos cursos.

Em caso de dúvidas a respeito do programa, maiores informações podem ser obtidas por meio do e-mail [email protected] ou ainda pelo telefone Disque Saúde 136.

Veja como realizar o cadastro

Primeiramente o cadastro dos alunos interessados em participar do programa deve ser realizado nesse site a partir de abril de 2020.

Em caso de aceitação e convocação o aluno terá até 48h para se apresentar ao estabelecimento de saúde indicado. O tempo é contado a partir do recebimento de um e-mail de convocação.

O cadastramento dos estados, municípios e estabelecimentos de saúde pública sem fins lucrativos que prestam serviço para o SUS também podem realizar o cadastro no site.

Em caso de dúvidas você pode entrar em contato por meio do Disque saúde ou do email informado no item anterior.

Como será feita a capacitação dos estudantes para combate ao Covid-19

Diante do estado de emergência na saúde pública provocado pelo Covid-19, o Governo Federal em conjunto com o Ministério da Saúde e Ministério da Educação precisaram elaborar uma medida de combate à doença.

Sendo assim foi lançado o programa “O Brasil Conta Comigo”, uma medida estratégica que inclui os alunos dos cursos de áreas de saúde pública na linha de frente de combate ao coronavírus.

A ação em questão depende diretamente da adesão por parte dos estados e municípios brasileiros.

Para melhorar a eficiência do programa o Ministério da Saúde pretende fazer a capacitação dos profissionais envolvidos no que diz respeito aos protocolos clínicos oficiais que vem sendo utilizados no combate ao Covid-19.

Primeiramente isso será feito por meio de cursos online disponibilizados no sistema e que devem ser realizados tanto pelos profissionais já formados quando pelos estudantes.

O cadastramento no programa é obrigatório e deve ser feito por meio do site informado. Para a realização do cadastro é preciso fornecer informações pessoais e, após o preenchimento o profissional recebe um link para acessar os cursos de capacitação.

Devido à situação emergencial pela qual o país está passando, o governo brasileiro considera urgente a mobilização de força de trabalho capacitada que possa atuar em diferentes serviços relacionados ao Sistema Único de Saúde (SUS).

A partir dos registros de profissionais e estudantes será criado um cadastro geral dos profissionais habilitados que estejam disponíveis para a realização do trabalho em questão.

Esse sistema poderá ser consultado pelos gestores e o chamamento dos profissionais deve ser feito de acordo com a demanda.

Apesar de ter pego muita gente de surpresa e ter provocado reações de vários tipos, o programa “O Brasil conta comigo” é necessário para suprir a necessidade por profissionais capacitados que provavelmente se estenderá por vários meses no país.

GOSTOU DO CONTEÚDO? COMPARTILHA COM A GALERA!