A mente humana é fantástica e repleta de grandes mistérios. Porém, desvendá-la é um passo muito importante na busca pelo autoconhecimento e desenvolvimento da inteligência emocional. Por isso, é bastante comum surgirem cada vez mais curiosidades sobre o que faz um psicólogo e quais são as áreas da Psicologia para atuação. 

Você sabia que o curso de Psicologia está entre os 10 cursos mais disputados no Sistema de Seleção Unificado (Sisu)? Para você ter uma noção, em 2020 o número de inscrições no sistema passou de 1 milhão de inscritos, conforme divulgado pelo site G1! Talvez isso aconteça justamente pela versatilidade do curso e pela diversidade de áreas da Psicologia para atuação no mercado de trabalho! 

Mas vamos concordar que a possibilidade de estudar a mente humana realmente desperta curiosidade né?!

A área da psicologia é um campo de estudos em constante expansão e cada vez mais se faz necessária para construção da sociedade. Portanto, a Psicologia pode te proporcionar grandes oportunidades no mercado de trabalho, além de permitir, diariamente, que você possa ajudar outras pessoas.

Sabemos que é um grande desafio para todos os estudantes escolherem um curso de graduação, mas como seu amigo, o nosso papel é te ajudar! Por isso, se você está pensando em cursar uma graduação e quer saber mais sobre as áreas de Psicologia, seja bem-vindo, esse post é para você! 

Preparamos esse conteúdo contando tudo sobre o curso de Psicologia, o que faz um psicólogo e quais são as principais áreas de atuação no mercado para te ajudar nessa nova tomada de decisões. Vem conferir! 

O que faz um psicólogo?

Saiba tudo sobre a faculdade de Psicologia

O psicólogo é responsável por realizar a análise das emoções, ações e valores por meio do estudo do comportamento e das funções mentais do ser humano. Por isso, independente da área de Psicologia que você escolha atuar, como psicólogo você será responsável por estudar a mente humana. 

O principal objetivo desse profissional é garantir o bem-estar dos seus pacientes. Ajudá-los a lidar com suas questões internas, com a finalidade de proporcionar mais qualidade de vida e uma relação mais saudável com outras pessoas. 

Sendo assim, você como psicólogo vai ser responsável por realizar diagnósticos cognitivos, comportamentais e afetivos, visando desenvolver um planejamento de ação prática, ética e responsável. 

Ufaa, o que não falta é responsabilidades para esse profissional!  

Portanto, se você é uma pessoa observadora, empática, com interesse em entender o comportamento humano e gosta de analisar as relações humanas e a sociedade… Parabéns, você escolheu o curso certo! 

Quais áreas da Psicologia posso atuar?

Áreas da Psicologia – O que faz um Psicólogo

O curso de bacharelado em Psicologia proporciona um aprendizado amplo, garantindo uma boa base de conhecimento para o profissional escolher quais áreas da Psicologia ele deseja atuar.

Conforme falamos anteriormente, a área da Psicologia é um campo de estudos em constante expansão. Mas para se destacar no mercado é fundamental que você busque por especializações. Afinal, as especializações em Psicologia vão aumentar o seu leque de oportunidades no mercado de trabalho, além de renovar o conhecimento adquirido na faculdade.

E conforme o Conselho Federal de Psicologia, órgão regulador do exercício desses profissionais, atualmente existem 11 campos de atuação que podem conceder o título de especialista ao psicólogo. Conheça agora 8 dessas áreas!

Psicologia Clínica

A Psicologia Clínica é o atendimento em consultório, a especialidade mais conhecida de todas as áreas da Psicologia. Nesse âmbito o psicólogo, popularmente conhecido como terapeuta, atua no atendimento de pessoas que apresentam algum tipo de problema emocional ou transtorno mental mais leve, mas que interferem na qualidade de vida do paciente.

Na Psicologia Clínica as sessões de atendimento podem ser realizadas individualmente, em família, casal ou até mesmo em grupos. Durante o atendimento o paciente pode refletir sobre suas vivências, decisões, além de falar sobre traumas e inseguranças.

Enquanto isso, o psicólogo tentará ajudar seu paciente a compreender o que está enfrentando e a enxergar seus problemas sobre uma nova ótica para que ele possa lidar com seus problemas de uma maneira mais saudável.

 O modelo de psicoterapia utilizado pelo profissional vai depender da abordagem teórica que o psicólogo escolheu seguir, como, por exemplo, a Psicanálise, Análise do Comportamento, Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), entre outras.

Psicologia Hospitalar

Você como psicólogo hospitalar será responsável por assumir um papel importante nos hospitais em conjunto com médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e assistentes sociais para  auxiliar tanto na recuperação física, quanto na mental de pacientes e seus familiares.

Portanto, o seu objetivo como psicólogo hospitalar é promover assistência psicológica às pessoas que estão internadas e vão ser submetidas a procedimentos cirúrgicos ou fazem algum tipo de tratamento para condições crônicas.

Além disso, você também pode ser responsável por dar suporte a própria equipe do hospital, ajudando a enfrentar os desafios e pressão desse ambiente. Por isso, é bastante comum a presença de psicólogos nas UTIs, enfermarias, prontos-socorros e até nos centros cirúrgicos.

Neuropsicologia

A Neuropsicologia é uma especialidade da Psicologia, onde você vai associar um estudo mais detalhado do sistema nervoso à análise do comportamento humano e dos processos psicológicos. Ou seja, atua desde o diagnóstico, acompanhamento e tratamento de distúrbios que afetam a cognição, emoções e o comportamento.

Portanto, na função de neuropsicólogo você terá a responsabilidade de avaliar, investigar e criar hipóteses para desenvolver um plano de tratamento com uma equipe multidisciplinar de profissionais da saúde para ajudar seus pacientes.

Psicologia Comportamental

Já na área da Psicologia Comportamental, também conhecida como Behaviorismo tem como objeto de estudo o comportamento. Nessa teoria psicológica defende-se que a Psicologia humana ou animal pode ser estudada por meio de observações de suas ações e comportamentos.

Portanto, na Psicologia Comportamental acredita-se que os comportamentos animais e humanos são aprendizados. E essas ações podem ser tanto o operante como também o respondente e ocorre por associações, ou seja, são resultados de experiências e condicionamentos.

Sendo assim, você como psicólogo (a) comportamental terá atuação com ênfase nas interações entre as emoções, comportamento, pensamentos e estados fisiológicos. O objetivo desse profissional é possibilitar que o paciente consiga identificar seus comportamentos que lhe causam sofrimento, problemas emocionais e sociais.

Sabe quando você está triste ou irritado (a) e seu comportamento acaba mudando por conta desses sentimentos? Então, é isso que o psicólogo comportamental vai analisar! 

Psicologia Forense

Já na Psicologia Forense, também conhecida como Psicologia Jurídica tem a finalidade de avaliar os processos mentais e a conduta dos indivíduos no âmbito judicial. Sendo assim, é ideal para quem gosta de estudar o comportamento humano em situações que fogem das normas sociais.

Nessa área, você como psicólogo jurídico vai atuar no âmbito do Direito Criminal, de Família, Trabalho, entre outras áreas com o objetivo de trazer respostas para advogados, juízes e promotores para auxiliar na solução dos casos e no andamento de ações judiciais.

Portanto, a função do profissional da área de Psicologia Forense é estudar a mente do indivíduo e o meio social onde ele vive para identificar o que motivou  a cometer um determinado crime. E ao fazer isso, você colaborará para que investigações policiais e outros processos jurídicos sejam mais eficientes e humanizados, além de ajudar para decisões mais justas.

Psicologia Educacional

Na área da Psicologia Educacional você será responsável por promover melhorias no desempenho dos estudantes, seja na educação infantil, ensino fundamental, médio ou até mesmo do ensino superior.

Portanto, na Psicologia Educacional você pode atuar utilizando programas educacionais, aplicando testes relacionados à capacidade de atenção, memória e concentração dos estudantes para ajudá-los a melhorar seu desempenho nas salas de aulas. 

Mas a intervenção nos casos de problemas de aprendizagem não será seu único objetivo como psicólogo escolar. Você também será responsável por investigar outros fatores que possam estar influenciando no desenvolvimento dos alunos como, por exemplo, conflitos familiares, dificuldade de socialização e relacionamento com os colegas, entre outras funções essenciais para o bem-estar dos estudantes. 

Psicologia do Trânsito

Essa especialidade da Psicologia é uma área que pode ser bastante interessante, uma vez que é voltada para pesquisa e intervenção. Portanto, na Psicologia do Trânsito você será responsável por avaliar as funções cognitivas e psicológicas dos novos motoristas, no chamado teste psicotécnico. Além de elaborar projetos para conscientização de boas práticas para pedestres e motoristas.

Mas você também pode exercer diversas funções diferentes, incluindo pesquisa do comportamento dos motoristas e pedestres no trânsito com a finalidade de resultar em uma medida socioeducativa a ser inserida em espaços urbanos.

Enfim, como você já deve ter percebido, nessa área o psicólogo é encarregado por aplicar ações que proporcionem a segurança dos usuários no trânsito.

E aí, já está sonhando com a sua carreira de psicólogo? Então continue a leitura e descubra agora como é o curso de Psicologia, confira! 

Como é o curso de Psicologia

Descubra as principais áreas de Psicologia

A graduação em Psicologia tem como finalidade formar profissionais para analisar as necessidades do homem de natureza psicológica, preparando o aluno para garantir o bem-estar dos seus pacientes.

Por isso, no curso de Psicologia você vai desenvolver as principais características para se tornar um excelente profissional. Durante a sua formação, você vai encontrar uma grade curricular com metodologias bastante diversificadas para que desenvolva de forma consistente e coerente com as demandas individuais e sociais.

O curso tem em média cinco anos de duração, podendo variar de acordo com o desempenho do aluno. A graduação está disponível nas modalidades de bacharelado e licenciatura. Sendo que o curso de bacharelado em Psicologia é voltado para atuação em consultórios e empresas. Enquanto a graduação em licenciatura de Psicologia é voltada para profissionais que desejam atuar na área acadêmica. 

Qual é o perfil do estudante de graduação em Psicologia?

faculdade-de-psicologia

Não existe uma fórmula específica que vai determinar sua aptidão para atuar nas áreas da Psicologia. Porém, como mencionamos anteriormente, faz parte da grade curricular do curso estimular que o aluno desenvolva algumas habilidades e competências que vão contribuir para  formação do profissional. 

Mas para atuar nessa profissão é  fundamental que o profissional da Psicologia tenha predominância no sentimento e não pela função lógica ou pela intuição. Afinal, o sentimento é o responsável pela avaliação do mundo, das pessoas,  das situações, circunstâncias e pelo julgamento de valor. Além de ser responsável pelo questionamento sobre o que é ético ou antiético, bom ou ruim, e por avaliar os procedimentos, métodos e análises. 

Sendo assim é meramente impossível determinar um “perfil universal” para todos os estudantes de Psicologia. Mas se você está interessado (a) nessa área, e quer ter certeza que possui algumas das características essenciais para atuar nessa profissão, conheça alguns dos aspectos mais importantes observados por profissionais que escolheram essa carreira, confira.

Habilidades que vão ajudar na sua formação profissional

faculdade-de-psicologia

Ser empático

Praticar empatia é, com certeza, fundamental na área de Psicologia. Afinal, é essencial para o tratamento que o profissional compreenda emocionalmente e se conecte com o que há de mais intenso e profundo do seu paciente.

Porém, sem que isso afete seu discernimento profissional. Sendo assim você vai ajudá-lo no seu caminho de autoconhecimento e transformar suas vivências.

Ser analítico

Você como profissional de Psicologia precisa ser muito observador (a), justamente para poder compreender aquilo que não está sendo dito verbalmente. Mas essa é uma das habilidades que você vai aprender a desenvolver durante a graduação.

Para estabelecer um relacionamento de confiança com seu paciente é fundamental ter boa comunicação, ou seja, ouvir e manter o paciente como protagonista é determinante para o sucesso do tratamento.

Gosto por leitura

Para desenvolver um bom trabalho na Psicologia, é fundamental gostar de ler e estar sempre buscando novas informações sobre os aspectos da mente humana.

A leitura irá contribuir para que o profissional se mantenha atualizado e se aprofunde cada vez mais nas correntes psicológicas que segue em sua prática terapêutica.

Agora que você já sabe as principais áreas de Psicologia para atuação no mercado de trabalho e todas as informações necessárias sobre o curso, que tal começar a estudar ainda esse ano com bolsa de estudo?

Com o Amigo Edu, você consegue fazer vestibulares, escolher universidades e pode começar a estudar ainda esse ano com bolsa de até 80%. Além de aproveitar uma série de vantagens no clube de benefícios.

E aí, está esperando o quê? Faça agora sua pesquisa no site do Amigo Edu e vem garantir um futuro cheio de novas conquistas!

Ah e não deixe de acompanhar o nosso blog para ficar sempre por dentro dos principais assuntos do mundo universitário.